• Lorena Buiatti

Bela, recatada e do lar

Então, “cá tô eu” com mais um ~mimimi~ feminista. Acho que, a essa altura, todo mundo pelo menos ouviu falar da reportagem de capa da Veja com a Marcela Temer, certo?

Pois é.

É isso mesmo.

Eu encerro meu caso.

Que é:

Eu não quero ser bela, recatada e do lar.

Quer dizer, bela eu já sou hahahaha eu acho

A questão, Veja, é que as mulheres estão em um processo de desconstrução e conquista de espaço grande demais, para uma revistinha como você ditar que a mulher deve ser elogiada ao usar vestidos longos, ter um único namorado e gostar de cuidar da casa.

Mulher é isso, mulher não é isso, ela é o que ela quiser.

Marcela Temer pode ser uma ótima pessoa, provavelmente eu nunca saberei. Mas, nesse momento, ela não me representa. Uma mulher que é usada como forma de oprimir outras mulheres, não me representa.

Eu adoro ficar em casa, não gosto de roupa super curta e nem de mostrar a barriga. Mas eu não sei se quero ter filhos. E, o principal, eu não julgo ou acho condenável pessoas que se vestem de forma diversa da minha e também pessoas que, principalmente, pensam de forma diferente da minha.

Eu sei, Veja, que eu não sou seu público-alvo. Mas eu sei, Veja, que seu público-alvo condena pessoas como eu, condena pessoas que querem ser livres, condena pessoas que querem direitos iguais e condena pessoas que querem poder ser elas mesmas.

Até quando, Veja, você vai mostrar a mulher como uma peça de decoração ou, até quando, imprensa, você vai mostrar a mulher como um ser instável que não aguenta pressão (vide reportagem sobre a s “explosões nervosas” da presidente Dilma). E eu não estou entrando em mérito político, porque meu blog não é lugar pra isso.

Tá na hora de repensar sobre como vemos as mulheres e sobre como as julgamos. Não somos todas iguais, não temos os mesmos objetivos de vida, não temos que responder sobre o nosso corpo a vocês.


– Quem tiver interesse, tem um tumblr colocando imagens de nós, belas, recatadas e do lar. Se você quiser dar uma olhada, é aqui.

xoxo

made with ♥ in MG, 2020